25 de abril de 2016

10 dicas para um espaço de costura mais funcional

Meu ateliê já passou por três locais diferentes. Começou com uma bancada no quarto de visitas do nosso antigo apartamento e depois ganhou mais espaço quando nos mudamos... uma quarto todinho meu! Mas então chegou nosso pequeno Joãozinho e o ateliê mudou-se para uma área dentro da sala. Para organizar o espaço, uma parede foi fechada com drywall e aproveitei os móveis que já tinha. Ficou tudo bem compacto mas confesso que tem sido o ateliê mais querido. Preciso ainda melhorar a iluminação, mas não é tão simples assim então vou deixando... 

Abaixo algumas dicas para tornar tudo mais funcional e produtivo:

1. DEFINA OS LIMITES

Delimite um espaço para ser o seu ateliê. Se ele fica na sala, marque o espaço com móveis ou até mesmo fechando com paredes. Quando se têm filhos, essa definição de espaço se torna ainda mais necessária. Não só por questões de segurança {ateliês tem uma infinidade de mini peças, alfinetes e afins que crianças adoram colocar na boca} mas também para definir que quando você entra lá está em horário de trabalho, como um escritório. 

2. BRINQUE COM O LAYOUT

Não importa onde você costura, é uma boa ideia experimentar onde você coloca suas ferramentas essenciais para ser mais produtivo. Quanto mais no alcance das mãos, melhor! Ter próximas sua tábua de passar ferro, sua máquina de costura e sua base de corte é uma dica infalível para otimizar seu tempo. Não precisar ficar no "senta-levanta" para ir da base de corte para a máquina de costura e dela para o ferro é muito prático! Se possível, tenha tudo lado a lado e use uma cadeira com rodinhas para se mover. Parece coisa de preguiçosa, mas ajuda muito! 

Se você costura sobre a mesa da sala de jantar ou da cozinha, considere algumas opções de armazenamento no quarto para sua máquina de costura e suprimentos. Um pequeno banco com armazenamento interno ou um pequeno e charmoso armário com portinhas de vidro funcionam muito bem para manter tudo no seu lugar.

3. INSTALE LUZES ADEQUADAS

Nem preciso comentar novamente que este é o pronto fraco do meu ateliê... Eu precisaria trocar a luminária de teto por uma maior e com lâmpadas que simulam a luz natural. Para ajudar no pronto mais crítico, uso uma pequena luminária com luz direta sobre a máquina de costura. E quando preciso combinar tecidos e conferir cores exatas, recorro a luz natural que entra pela janela. 

Uma boa dica é aproveitar a luz natural de uma janela e posicionar sua máquina de costura bem na frente. Pequenas luminárias adicionais também ajudam e seus olhos agradecem!

4. ORGANIZE-SE

Ser criativo nem sempre combina com ser organizado. Quando a inspiração bate, muitas vezes reviramos tudo até encontrar um determinado tecido ou molde. Mas existem algumas maneiras de sermos organizadas e que vão facilitar esse processo, inclusive para colocar tudo no lugar depois. 

Use caixas plásticas transparentes para guardar rendas, fitas, elásticos, botões e todas as miudezas. Para moldes e revistas, use uma pasta por tema ou uma caixa organizadora própria para revistas. Para tesouras, réguas e cortadores, use ganchos na parede. Para linhas, temos disponíveis no mercado lindos porta-linhas em metal. Para tecidos, uma boa prateleira ou um armário com portas de vidro. 

5. TER O ESSENCIAL SEMPRE ACESSÍVEL

Juntamente com a realização de um layout funcional, é importante manter suas ferramentas mais utilizadas sempre ao alcance das mãos. Junto da minha máquina de costura tenho ao alcance a tesourinha de precisão, o desmanchador de costura, minha caneta para tecido, alfinetes, pés calcadores e todas as linhas e bobinas. 

6. CATALOGUE SEUS MOLDES

Ok... Aqui está mais um probleminha do meu ateliê. Não tenho uma infinidade de moldes, mas tenho o suficiente para ficar meio perdida de vez em quando. Costumo colocá-los em sacos transparentes e no próprio molde escrevo o nome e alguns dados importantes. Mas o ideal seria organizá-los por tipo em uma pasta sanfonada. E se você tem um "mar" de moldes, encare um fichário daqueles bem grandes! 


7. ESPAÇO E MÓVEIS ADEQUADOS

Se você costura peças grandes, como colchas ou peças para quartos de bebê, é provável que precise de uma boa mesa para cortar tecidos. Se você trabalha com peças pequenas, pode ser mais contida com os móveis e caprichar na organização.

A altura da sua tábua de passar e da mesa de corte e a sua postura sentada em frente à máquina de costura são essenciais para manter sua coluna e sua saúde em dia. Outro detalhe importante é manter o espaço limpo e arejado. Se você tem tendência à rinites, capriche no pano úmido pois tecidos e linhas soltam muitos fiapos minúsculos.


8. ORGANIZE SEUS TECIDOS

Cada costureira tem sua maneira de organizar os tecidos. Algumas dobram um a um e os dispõem em nichos por cor ou tipo de estampa. Outras os enrolam em placas, como fazem as lojas. Outras guardam enrolados ou pendurados em cabides. Mas independente do seu estilo, certifique-se de que é a melhor maneira para otimizar o seu trabalho e para os visualizar e acessar sempre que necessário. É importante mantê-los longe da luz solar para que não desbotem.

9. TORNE SEU ESPAÇO INSPIRADOR

Não economize nas coisinhas que tornam seu espaço lindo e inspirador! Mantenha pequenos objetos que ganhou de amigas, pendure um tecido exclusivo em um bastidor, exponha suas tesouras, faça das linhas uma decoração. Pinte paredes. Forre prateleiras e móveis com tecidos. Pendure quadrinhos com tema de costura nas paredes. Pequenas flores perto da janela sempre trazem um clima gostoso. Invista nisso!


10. AME AS IMPERFEIÇÕES

Eu ainda sonho em ter o ateliê perfeito! Eu sempre penso sobre o meu espaço ideal em uma bela casa com janelas enormes ou em uma lojinha charmosa no centro da cidade onde moro. Mas, ultimamente, estou menos focada sobre o que está faltando e mais sensível ao espaço conquistado. Muitas vezes penso sobre o quanto costurar tem me presenteado (criatividade, amizades, um negócio que me oferece alegria e satisfação). E eu estou disposta a apostar que você é como eu: se a minha única opção é costurar no cantinho do quarto ou na casa da minha mãe, eu ainda faria. Sim, meu ateliê não tem a iluminação perfeita e meus armários já estão cheios. Mas isso está me dando um espaço para ser criativa e feliz.

Boas costuras, todos os dias!

Com carinho,
Gi


Texto inspirado no original: https://goo.gl/W8m9tX .. por indiesew.com

12 comentários:

  1. Gi, adorei teu texto! Veio bem a calhar, agora que estou me organizando para ter um cantinho só meu na sacada do meu apê! Adorei as dicas, vou documentar a transformação e depois te mostro... Bjs

    ResponderExcluir
  2. Gi, adorei teu texto! Veio bem a calhar, agora que estou me organizando para ter um cantinho só meu na sacada do meu apê! Adorei as dicas, vou documentar a transformação e depois te mostro... Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi, querida gizoca. Sempre me inspiro com suas ideias e comentários. Atualmente costuro no quarto azul do meu pequeno, que ainda dorme conosco, mas, sem duvidas, tenho que organizá-lo melhor. E agora sei como. Brigada, linda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pequena organização, umas caixas para guardar objetos pequenos já fazem muita diferença! Sucesso!

      Excluir
  4. Gi adorei as dicas to organizando o meu mini atelier e desentulhando aquilo que não uso e acaba atrapalhando.
    Beijo Lu Cesar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai fundo, Lu! Também dei uma boa desentulhada e ajudou muito!

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. O meu é "quarteiê" rsrsrs. Tenho que trabalhar no meu quarto... Mas organizo td. Olha, não tenho filho, mas tenho 3 gatos , por isso td guardado, por higiene e porque é perigoso eles engolirem linhas, lãs, por ex... aí já viu né... Bj.

    ResponderExcluir
  7. É verdade, Cláudia! Com animais também precisamos ter cuidado extra! Beijos!

    ResponderExcluir