Gerenciando retalhos de tecido

Começamos um trabalho separando o molde, escolhendo os tecidos, passando a ferro, cortando e costurando cada um deles por um longo tempo... No final, além de uma linda peça pronta, temos mais algumas sobras de tecido para a "coleção". Ou será que é só aqui no meu ateliê que isso acontece? Tenho certeza de que não é bem assim... rs!

E é justamente sobre esse assunto que escreveu Jeni Baker em sua coluna Stitching Notes para a última edição (nº 9) da revista Love Patchwork & Quilting (editora Future). Ela começa assim: "Hora de encarar os fatos... você precisa de um curso de gestão de retalhos!". Muito me identifiquei, e acredito que você também, tanto que resolvi fazer uma tradução descompromissada do texto e compartilhar aqui na intenção de trazer mais algumas dicas e sugestões preciosas de quem entende do assunto.

Fonte: https://www.flickr.com/photos/7636984@N03/480394594
"Retalhos de tecido - todas nós passamos por essa parte inevitável do processo de costura. Quando você começa a costurar pode até não estar pensando sobre a possibilidade dos retalhos, mas quanto mais costurar mais importante é ter um sistema de gestão dos mesmos. Eles podem muito rapidamente obter um volume gigante e ocupar uma surpreendente quantidade de espaço!

Armazenar retalhos de tecido é uma questão que pode ser resolvida de muitas maneiras diferentes. Eu, pessoalmente, tenho feito um pouco de tudo, desde a separação por cor e tamanho até por tipo de estampa. Ultimamente, o que tem funcionado bem para mim é simplesmente separá-los por tipo de estampa: sólidos todos juntos e as outras estampas armazenadas em conjunto. No entanto, a melhor maneira de armazenar depende de como você está planejando usá-los, e é aí que um sistema de gestão entra em jogo.

Planeje com antecedência - Como muitas coisas, penso que a parte mais importante da gestão de retalhos é ter um plano. Se os seus retalhos estão fora de controle, eu recomendaria ocupar algum tempo elaborando uma estratégia. Primeiro, considere o que gostaria de fazer com os seus tecidos. Há tantas opções! Você pode optar por planejar alguns projetos específicos, tomar uma decisão consciente de usá-los em um certo número de projetos, dar para uma amiga ou até mesmo vendê-los. Qualquer que seja a sua opção, tomar uma decisão fará com que o restante do seu planejamento seja mais fácil.

Usar ou perder - Se você tiver problemas para motivar-se a utilizar os retalhos como eu tenho, torne isso mais fácil: quando terminar um projeto, vá em frente e corte os retalhos em pedaços utilizáveis. Se você não tem em mente qualquer projeto, é bastante prático e útil cortá-los em quadrados de 2.5" ou 5" (são os tamanhos tradicionais dos chamados charm packs) junto com tiras de diferentes larguras. Quando for trabalhar com eles, a metade do trabalho já está feita!

Fonte: https://www.flickr.com/photos/35368186@N06/6760229445/
Eu uso meus retalhos para vários projetos, desde grandes colchas a pequenos coasters (porta-copos). Minha maneira favorita de usá-los é em bolsas e necessaires. Eu sou um pouco a "senhora bolsa" e adoro ter todos os tipos de pequenas necessaires e bolsinhas para colocar dentro da minha bolsa ou sacola - minha coleção está ficando um pouco ridícula, mas é divertido! Porém, com toda a honestidade reconheço que na maioria das vezes não uso os meus retalhos. Mas, em vez de guardá-los e me sentir culpada por isso, opto por dá-los - realmente é uma situação favorável para ambas as partes porque eu não preciso me preocupar com eles e eles ainda são amados e usados por quem recebe!"

Conheça mais e acompanhe o trabalho da talentosa Jeni Baker:
Blog | www.incolororder.com
Twitter | @jenib320
Facebook | In Color Order
Pinterest | Jeni Baker

Fonte: http://www.liberty.co.uk/blog/12437/guest-blog-kerry-green-sewing-portfolio-organiser/
Em breve farei uma nova postagem ensinando o passo a passo de um bloco com Nine-Patch desconstruído. É a técnica que estou usando na decoração do quartinho do meu pequenino e, além de encantadora e com um efeito super interessante, é fácil-fácil! Aguarde!

Beijos,
Gi

Comentários

  1. Amei!!!! Única separação , por enquanto que faço, é a de tiras.... Os outros estão transbordando tres caixas de plástico. Vou separá-los por cores!!! Para mim será muito útil!!!!
    Dar???? ainda sou ciumenta.... preciso "trabalhar " esta área... rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Olha, hoje mesmo estava pensando no espaço que meus retalhos ocupam! É sempre mais fácil pegar um pedacinho daquele tecido dobrado do que "caçar" alguma coisa nas caixas! Mãos à obra então! Obrigada pela dica Gi!

    ResponderExcluir
  3. Também amo fazer trabalhos com os pequenos retalhos, eles dão um colorido e charme único em suas combinações, gosto muito dos resultados.
    Deus abençoe sempre as obras de suas mãos.
    Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  4. Gi, obrigada pela dica. Utilizar os retalhos nem sempre é tarefa fácil. Bjs

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. :) AMEI as idéias! Costumo usar meus retalhos para fazer roupinhas de boneca, e mini-bonecas! < https://maravilhoso-mundo-do-algodao.blogspot.com >

    ResponderExcluir
  7. ola!gostei das dicas,eu ja dou retalhos,mas como eu sou costureira e tambem faço consertos e reformas de roupas,tenho retalhos em varios sacos,em cestos embaixo da cama encima do guarda roupa..uufaa,eu queria vende-los por kilo,separar os de malha e lycra,mas não tenho tempo de separar os retalhos,moro sozinha,que dica vc me da.

    ResponderExcluir
  8. ola!sou eu de novo,tenho muitas roupas boas,de jeans e de tecidos,ja pensei em tudo,ja dei pra igreja,ja ofereci pra minhas clientes,mas ainda tenho muitas roupas,nao tenho espaço para fazer breço,ja coloquei em varios sait,no mercado livre com frete gratis e nao vendi nada,tenho vestido de 15 anos ,vestido de festas,o que eu faço me ajude nao tenho mas espaço para costurar.

    ResponderExcluir

Postar um comentário