{ pitadinhas de amor }


Durante os meses de FEVEREIRO e MARÇO não atenderei pedidos de peças feitas sob encomenda e personalizadas. Peças em pronta-entrega seguem normalmente em até 2 dias úteis.

A primeira meta para este mês é finalizar as encomendas de mamães grávidas, dentre elas, minha irmã! Serei titia de mais um menininho tão amado quanto o já falante Nicolas!

A segunda meta para esse período é dar um upgrade na loja virtual. Mas, por quê? Você pode estar se perguntando... É um grande desafio para as entusiastas do pequeno negócio craft e que trabalham sozinhas (que é o meu caso!) manter tudo funcionando como se houvesse por trás da tela do seu computador uma equipe com funções bem definidas. A senhora "X" é a gerente, a senhora "Y" é a chefe de produção, o senhor "Z" é o officeboy e assim por diante. Nada disso. E, confesso, eu gosto mesmo de ser a multitarefa da Gizoca! Mesmo que isso me exija algumas escolhas, eu gosto e quero permanecer assim até quando sentir que é para ser. 

O desafio que mais me toma é orquestrar a produção para a loja virtual com a produção dos pedidos de peças feitas sob encomenda e personalizadas. Em certo momento a coisa vai bem, mas de repente os pedidos sob encomenda se avolumam e a loja virtual vai perdendo o ritmo da música. E os dados do Google Analytics não me deixam mentir. É preciso manter as clientes-amigas e conquistar novas, sempre.

Tem cliente que gosta de escrever, de contar um pedacinho da sua vida e assim justificar esse ou aquele detalhe especial em cada peça. Mas também são muitas as que querem comprar de forma quase anônima, ou que querem um presente para o próximo sábado, ou que querem ver novidades, dentre tantos outros motivos. Todas merecem meu melhor atendimento, sendo ele retornado o mais breve possível. E aqui entrou um ponto chave, a agilidade no retorno das mensagens e pedidos. É impossível abraçar o mundo e preciso aceitar essa condição. E se você, empreendedora do “feito com amor”, preza por isso e pelo cumprimento dos prazos informados, uma voz desafinada começa a fazer parte da sua música. Começa a fazer parte da minha. É hora de rever a partitura, de escrever novas notas, e assim fazer a música seguir suave e agradável aos ouvidos (e olhos!) atentos. 

Entendo claramente que não é hora de grandes mudanças, como triplicar a produção, contratar funcionárias, abrir uma loja física. Porque esse poderia ser um caminho lógico diante de um aumento de demanda, certo? Aqui não. Eu tenho tanta satisfação e alegria em desenhar cada molde, pensar em cada detalhe do acabamento a fim de melhorá-lo, escolher o casamento de cores e estampas dos tecidos, fotografar, compartilhar e escrever sobre tudo isso depois de pronto. Sem falar nos comentários e recadinhos que recebo. Isso que nem comecei a falar de marido, futuros filhos, casa, amigos, café da tarde com bolo e papos via Skype com minha irmã e minha cunhada. Essas coisas se perderiam. A Gizoca perderia a sua essência. Eu perderia um pouco de alegria.

Por hora, o upgrade na loja virtual vai englobar um ou outro detalhe estético, o aumento da variedade de produtos disponível para pronta-entrega, novas peças, novas modelagens de peças já produzidas dentre outros projetos especiais.  Com o andar da música durante esses quase 4 anos de Gizoca, venho seguindo o desejo de criar peças que sejam “pitadinhas de amor nas coisas simples da vida”. São cases de celular, bolsas para tablets, nécessaires para usos diversos, carteiras variadas, calendários, corujinhas mimosas, tudo para estar com você no dia a dia. Um toque de cor, um carinho a mais. Isso terá de sobra nas mudanças da loja virtual.

O que estou propondo para mim mesma (e assumindo um compromisso com você!) é me dedicar ao máximo para oferecer um ótimo produto artesanal e um atendimento especial e condizente. Por enquanto, restrita à pronta-entrega, mas desejando voltar por completo o quanto antes. Você ouvirá minha música tocando quando isso acontecer, pode ter certeza. Também gostaria que você se sentisse à vontade para me escrever sempre que quiser! Combinado?

"Sobre tudo o que se deve guardar, 
guarda o teu coração, porque dele procedem 
as fontes da vida." Provérbios 4:23

Com carinho, Gi